segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Solsticio de Verão



(Vamos para Ubatuba amanhã no fim da tarde?)

Caros amigos,

Hoje as 17:47 começa o Solstício de Verão, data onde teremos a menor noite e consequentemente o maior dia aqui em nosso hemisfério.

O Solstício de verão tem a ver com as energias do Sul (energias vulcânicas);

Uma característica do Sul é o fogo (que rege os nossos corações);

Usamos o fogo para queimar as toxinas de nossos corpos e manter os músculos tonificados;

A confiança é essencial para a energia Sul, afinal, o Sul é o fogo interno, intuição;

Aprendemos a confiar na nossa intuição, para nos ajudar a navegar na maravilhosa e linda energia da criatividade;

Cria Atividade, Atividade de Criação (Kriya Shakti)... Shakti é Energia Feminina de Deus, Energia de Criação, Espírito Santo para os Católicos.

Shakti = Face Feminina
Shakta = Face Maswculina ou, simplesmente: Adorador da Shakti.

A intuição é a sabedoria que vem do coração;

Nesta época, arriscamos ir em frente, seguimos os nossos sonhos e estamos abertos para aceitar os nossos erros como nossos mestres;

Aprendemos a usar a vontade, a usar a força de vontade para escolher o caminho certo, o caminho que é belo a cada instante;

Vale lembrar que Energia Sul é a energia mais forte de transformação, algo parecido com Kali no Hinduismo (a mais forte tranformação), ou seja, é muito bom estar alinhado com a Alma, com a Fonte de Bem Estar, com Deus, por isso a energia deste momento tem a ver com fogo, transformação, coração e confiança, afinal, nossos corações são "joysticks" nas mãos de Deus.

Ele sempre quer o nosso bem e, a energia de transformação é forte neste momento, ou seja, se estivermos alinhados (em Comum União) com Nossa Alma (e não com nossas mentes) iremos celebrar, caso contrário, corremos o risco de espernear...risos... mas o bem será feito e como ele planejou, não tem como dar errado.

Namastê meus queridos amigos e amores, Namastê.

PS: Vamos para Ubatuba fazer um bate e volta amnhã? Afinal será o maior dia? Vamos Myrian? Vamor Arthur? Vamos pessoal?

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Libertad!



Yo tengo tantos hermanos que no los puedo contar,

en el valle y la montaña, en la pampa y en el mar.
Cada cual con sus trabajos, con sus sueños cada cual,

con la esperanza delante con los recuerdos detrás...

Yo tengo tantos hermanos que no los puedo contar!


Gente de mano caliente por eso de la amistad,
con un rezo pa’rezarlo, con un llanto pa’llorar,
con un horizonte abierto que siempre está más allá
y esa fuerza pa’buscarlo con tesón y voluntad
cuando parece más cerca, es cuando se aleja más...

Yo tengo tantos hermanos que no los puedo contar!


Ya así seguimos andando curtidos de soledad,
nos perdemos por el mundo, nos volvemos a encontrar,
y así nos reconocemos por el lejano mirar,
por las coplas que mordemos, semillas de imensidad
y así seguimos andando curtidos de soledad
y en nosotros, nuestros muertos pa’ que nadie quede atrás...

Yo tengo tantos hermanos que no los puedo contar

... y una hermana muy hermosa que se llama...

...Libertad!

Quien Muere -? Pablo Neruda


Muere lentamente...

quien se transforma en esclavo del hábito
repitiendo todos los días los mismos trayectos
quien no cambia de marca
no arriesga vestir un color nuevo
y no le habla a quien no conoce.

Muere lentamente quien hace de la televisión su gurú.

Muere lentamente...

quien evita una pasión
quien prefiere el negro sobre blanco
y los puntos sobre las "ies" a un remolino de emociones
justamente las que rescatan el brillo de los ojos
sonrisas de los bostezos, corazones a los tropiezos y sentimientos.

Muere lentamente...

quien no voltea la mesa cuando está infeliz en el trabajo
quien no arriesga lo cierto por lo incierto para ir detrás de un sueño
quien no se permite por lo menos una vez en la vida
huir de los consejos sensatos.

Muere lentamente...


quien no viaja
quien no lee
quien no oye música
quien no encuentra gracia en sí mismo.

Muere lentamente...

quien destruye su amor propio
quien no se deja ayudar.

Muere lentamente...

quien pasa los días quejándose de su mala suerte
o de la lluvia incesante.

Muere lentamente...

quien abandonando un proyecto antes de iniciarlo
no preguntando de un asunto que desconoce
o no respondiendo cuando le indagan sobre algo que sabe.
Evitemos la muerte en suaves cuotas
recordando siempre que estar vivo exige un esfuerzo mucho mayor
que el simple hecho de respirar.
Solamente la ardiente paciencia hará que conquistemos...

...una espléndida felicidad.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Azeviche



"Pois toda esta beleza que te veste... vem do meu Coração que é Teu Espelho"

A Toada de Fausto

"A toada de Fausto entrou no ambiente e trouxe vinho para tomarmos, e foi quando pegavas no copo que reparei no pequeno sinal sobre o teu anelar, como se fosse a pedra de um anel. Uma pequena pedra de azeviche.

Estranho nunca ter reparado, afinal é tão pouco vulgar um sinal negro na falange, substituindo a ausência de uma jóia. Talvez porque só te toque os lábios e te devolva o sorriso com os olhos;

talvez porque as tuas pernas torneadas me encham as palmas das mãos, ou o teu peito me desmanche a carne para outros sentidos.

Ou talvez a humidade no teu baixo-ventre (outra pedra de azeviche aninhada no teu colo), que me fascina quando se abre num apelo carmesim.

Não sei.

...

Os teus dedos tragados na fome dos suspiros eram só um toque de pluma sobre a carne, animal e cega.

Não era costume olhar os teus dedos, e hoje foi pelo vinho que tomávamos, trazido no acorde e na voz de Fausto, que te redescobri como pedra preciosa."


Amo-te filha de Jandira!

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Nota de Falecimento


Fernando Camargo da Silva

1976 - 2069

------------------------------------------

Olha como é curioso pensar assim... o texto acima certamente estará em uma lápide.

Coloquei a data de 2069 mas sei que precisarei de muita sorte para chegar lá (93 anos de idade)

Pensemos:

Osvaldo Montenegro diz: "Parte de mim é lembrança do que fui e a outra metade eu não sei"

Como assim?????

Hauahauahauahauahauahauahauahauaha (caraca.. eu rio demais rssssssssssssss é engraçado demais rsssssssssssssss)

O que é isso que estamos vivendo?

Onde estão os "Grandes Homens"?


Napoleão, Hitler, Ghandi... cadê vocês?

O vendedor de Sonhos diz para mega-multimilionários na porta do cemitério... ao abrir os portões, convida: "Sejam bem vindos os mais ricos moradores do local"


Hauahauahauahauahauahauahauahauaha

O que é issooooooooooooooooooooooooooo?

Ninguém para pra pensar?

Aow! Você mesmo! Isso, você mesmo que está lendo este texto... já parou para pensar nisso?

E você? Isso!! Você mesmo que caiu sem querer neste blog.. o que é isso??

Ah, desculpe.. vc nao tem tempo para pensar nisso pois está indo para o trabalho...


Hauahauahauahauahauahauahauahauaha

Ai ai ai... depois eu que sou louco!

Acreditem: Há um sentido e a Alma já O Reconheceu, aliás, Eu consegui me comunicar com o Fernando, afinal, Eu não sou o Fernando, isso está claro né?

"Om Namo Bhagavate Vasudevaya"


Tudo é apenas etapa... aliás, me perdoem a sinceridade... mas é uma etapiha pequeninissima... e já já vai passar... pode acreditar.

A Obra é Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeem Maior.

Eu não sou humano!

Nem você!

Adivinha, qual é o Quarto Estágio?

Nossa responsabilidade é maior que imaginamos!

Namastê!

Maturidade


É preciso muita maturidade para conviver em um ambiente de baixa maturidade

A quem interessa estas linhas além da mente que as escreve?

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Ser E Não Ser



O tempo todo você é e não é...

Anda pra frente... um braço vai, outro vem, depois o que vem vai e o que vai vem...

O coração: bate, não bate, quem bateu não bate mais e o que não bateu agora bate

O pulmão... esvazia para encher ou enche para esvaziar

A vida está no pulmão cheio ou no pulmão vazio?

Uni Verso ou Vários Versos?

E o sexo? Vai OU vem?

Só vai?
Só vem?

Vai E vem?

A mulher relaxa e o homem contrai? Hummmmm faz sentido?

Quantos Versos tem nisso?

OU, OU, OU??

E, E, E??

O operador é E!

Ser E Não Ser.

Paremos de bem ou mal... certo ou errado... isso é coisa do homem

Certo E Errado, Simultaneamente

Negar a Si mesmo é encontrar-se com Deus
Negar a Negação é encontrar-se com Deus

Só não me parece certo ser 100& certo ou 100% errado...e nem é 50% de cada... é 200% (100% certo E 100% errado)... certo/ errado não existem.

Só existe o "Om"

Um E Outro

Masculino E Feminino

O "andar" vem do desiquibilibrio

Afinal...

Um braço vai, outro vem, depois o que vem vai e o que vai vem...

Namastê!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

O ambiente é propício ao Amor?



Caminhando do estacionamento até a portaria da empresa, por volta as 08:00h das manhã, vejo um casal de mãos dadas. Percebo que eles conversam, sorriem um para o outro (ela está esperando um neném), enfim, um casal aparentemente feliz, caminhando para o trabalho (trabalham na mesma empresa), porém ao passar pela catraca da portaria as mão se separam e os semblantes sorriem um pouco mais inibidos, um pouco retraidos... marido e mulher que esperam a chegada de um neném agora caminham de mãos separadas e com o semblante progressivamente mais sério...

A pergunta é: porque o ambiente corporativo não é propício ao Amor?

?

Ser e não ser, eis a resposta



Ser e não ser, eis a resposta!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Despedida


Caros amigos,

Nunca achei que fosse escrever voluntariamente um e-mail de despedida mas o fato é que estou saindo da empresa e gostaria de convidar vocês para minha despedida.

Já faz algum tempo que procuro um lugar onde eu possa manifestar esta capacidade dentro de mim que nunca se aquieta em busca de expressão e finalmente tomei tal decisão que há tempos não calava.

Hoje consegui um equilibrio financeiro pessoal que me permiti trilhar novos caminhos, portanto, acreditem se quiser, deixo a corporação simplesmente para andar pelas Avenidas da Existência Humana e viver daquilo que Deus oferta em Sua Amorosa Abundância.

Para os mais íntimos, não se preocupem pois já acertei tudo com minha esposa e já não temos mais nada em nossos nomes, deixamos tudo o que temos para algumas insituições de caridade em regime de usofruto e a maior parte para o futuro de nossa afilhada, visto que ainda não temos filhos.

Sei que parece estranho mas vocês sabem o quanto é duro para mim não ser fiel 24h x 7dias aos meus princípios e valores, sendo assim, espero encontrar com vocês pela caminhada da vida e desejo que nossos corações se reconheçam quando não mais habitármos os corpos que ocupamos hoje.

Não reconhecer a Fôrma não nos impede de reconhecer a Forma Universal que Somos.

A missão do homem é a missão da alma e por isso, neste momento renuncio a individualidade e me entrego à busca de me tornar Uno com Deus.

Nossos corações sempre irão se reconhecer pois, hoje tenho memória de quando nos reconhecemos antes de habitar o planetinha azul.

Como bem sabem, minha jornada começou em 1976 e deve se encerrar por volta de 2056.

Jamais chorem ou se lamentem por algo que seja efêmero e sim, concentrem-se Naquele que É Absoluto, pois, Ele é o Sopro, é Tudo Que Ama e Habita.

Visto que metade de mim é lembrança do que fui e a outra metade eu não sei, concluo que hoje sou apenas uma Manifestação do Sopro Divino.

Apenas uma folinha que se entrega ao Vento do Carinho Maior.

Amemos uns aos outros.

Com muito Carinho daquele que abriu mão da existência individual, personalista, para se entregar à caminhada Rumo a Mente de Deus.

"Vida Simples, Pensamento Elevado"

"Back to God Head"

Digo para vocês o que disse para minha esposa antes de nascermos aqui: "Por você... eu vou até pra Terra se for necessário ..."

Uno com o Om!

Assinado: ninguém

Data: algum dia/ algum mês/ algum ano distante ou não, não importa.


Namastê

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Uma Mulher, muitas poesias


Ser mulher é ser a soma de versos, é ser papel, é ser escrita.
Tenho uma em casa que escreve em mim como a imagem ao lado, talvez, para que eu a conforte, talvez, porque é perfeita escritora de linhas e rimas.

Devagarinho, ao acordar é um verso singelo, escrito no canto na página.

Uma idéia.

Durante o dia, é insight, é luz, é rima prórpia.

É papel branquinho, é nanquim preto.

É rima e é rimada.

É um conto de fadas

É um relato

Simples fêmea humanizando a existência da minha masculina e abrutalhada vida e pensamentos.

Pequena escrita

Profunda

É poesia

É verso

É mulher

É Você!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Relaxa...



Penso que Deus me olha e diz para mim em silêncio: "Relaxa, você está em casa"

Posso afirmar, por mais que eu ainda me distraia, posso afirmar: "Cante Hare Krsna e seja Feliz"

É só se render... Prabhupada já dizia algo mais ou menos assim: "Renda-se a Deus, seja o Servo do Servo... quando você deixa que Deus seja Seu Amo, Ele se torna Seu Amo Servindo à Sua Vida"

É Lindo, só falta isso para mim... Desistir de tudo e me render a Ele.

Hare Krsna!!


Maha Mantra

Hare Krsna, Hare Krsna

Krsna, Krsna

Hare Hare

Hare Rama, Hare Rama

Rama Rama

Hare Hare

"Om Namo Bhagavate Vasudevaya"

Ommmmmmm....

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

O Fim da Utopia



Abaixo selecionei alguns primeiros fragmentos do livro de Fernando Gabeira sobre O Fim da Utopia.

Gostaria de ressaltar a visão particular de que uma sociedade só se sustenta em Deus.

Vale frisar que Estar Em Deus nada tem a ver com religião/ com rituais/ com certo e errado.... não tenho palavras para explicar o que gostaria de dizer mas o melhor exemplo de União com Deus, de Ser Amor... é Ser Chuva... é chover no justo e no injusto, sem julgamento, pré-conceito... é ser Uno, desapegado de fases por ter plena consciência do todo... não há tristeza em a chuva cair, em evaporar emnada... pois há Consciência do Uno... o momento em que se desconhece o apegio pelo que é efêmero... pois, o efêmero é conceito e este mesmo não existe, efim... segue os fragmentos que gostaria de deixar com muito carinho para os próximos que virão após minha existência.

"Todas as forças materiais e intelectuais que podem contribuir para realizar uma sociedade livre estão presentes no mundo de hoje. Se não atuam é porque a sociedade se mobiliza em peso contra a possibilidade de sua própria libertação. Mas uma situação desse tipo não é suficiente para chamar de utopia um projeto de transformação."

"Num primeiro lance, as novas necessidades poderiam ser entendidas como a simples negação dos valores que sustentam o sistema. Negação do princípio da produtividade, da competição, do conformismo.
No lugar desses valores carcomidos, entrariam a necessidade de paz, de tranqüilidade, de estar só consigo mesmo (ou com as pessoas amadas), de beleza, felicidade gratuita e de uma esfera particular."

" Estas novas necessidades levariam a uma transformação total do mundo técnico. Cidades seriam reconstruídas, a natureza restaurada. O desvario da industrialização revisto de ponta a ponta.
Atenção, advertia o filósofo: não se trata de uma regressão romântica a uma época anterior à técnica. Os benefícios da técnica e da industrialização só ficarão realmente visíveis quando se livrarem do
capitalismo.
Faltava dizer por que o socialismo existente no mundo não tinha realizado este projeto. Marcuse mostrou que a idéia do socialismo estava diretamente ligada ao desenvolvimento das forças produtivas e ao aumento da produtividade do trabalho. No instante em que surgiu, isto era justificável e necessário. Mas agora, não era mais essa a diferença de uma sociedade livre e uma sociedade oprimida. Com pena de parecer ridículo, era preciso ter coragem para afirmar que a característica distinta de um novo mundo seria a dimensão estético-erótica – fórmula que sintetiza a convergência da técnica e da arte, do trabalho e do jogo.
Marcuse concluiu sua exposição afirmando que era preciso correr o risco de redefinir a liberdade de tal maneira que não pudesse ser confundida com nada do que aconteceu até agora. O novo motor da sociedade, já satisfeita materialmente, seriam aspirações liberadas, necessidades instintivas, inclinações espontâneas do ser humano.
E como essas coisas são utópicas apenas aparentemente, pois, no fundo, significam a negação histórico-social da ordem estabelecida, o filósofo conclamou a todos a participarem de uma oposição realista e pragmática, livre de todo derrotismo, pois não era possível trair a liberdade emergente."

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

A Elegância do Comportamento



Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja
cada vez mais rara: a elegância do comportamento.

É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza.

É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto.

É uma elegância desobrigada.

É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam.

Nas pessoas que escutam mais do que falam. E quando falam, passam longe da fofoca, das maldades ampliadas no boca a boca.

É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz.

Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros.

É possível detectá-la em pessoas pontuais.

Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem cumpre o que promete e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está.

É elegante não ficar espaçoso demais.

É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao de outro.

É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.

É elegante retribuir carinho e solidariedade.

Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do gesto.

Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo, a estar nele de uma forma não arrogante.

Pode-se tentar capturar esta delicadeza natural através da observação, mas tentar imitá-la é improdutivo.

Educação enferruja por falta de uso.

Seja a diferença, sendo Quem Você Verdadeiramente É.

Germinar



Nenhum modo de vida é inevitável.

Se você não gosta do seu, mude-o.

Construa um modo de vida no qual as pessoas vivam juntas sem brigar, num clima social de confiança ao invés de suspeita, de amor ao invés de ciúme, de cooperação ao invés de competição.

Mantenha esse mundo com sanções éticas brandas, mas efetivas.

Transmita a cultura eficazmente aos novos membros através de cuidados especializados às crianças e de uma tecnologia educacional poderosa.

Reduza o trabalho compulsivo ao mínimo.

Não considere nenhuma prática como imutável.

Mude e esteja pronto a mudar novamente.

Não aceite verdade eterna.

Experimente.

Simplifique suas necessidades.

Aprenda a ser feliz com menos posses.

Platão, Tomás More, Campanella, Huxley, Orwell e muitíssimos outros imaginaram comunidades ou estados utópicos.

Podemos ser uma sociedade realizável e boa, pois propomos o bem-estar de todos os integrantes, segundo as leis da "engenharia do comportamento".

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Reescrevendo a Gênese


"
Teve uma época que o homem andava tão perdido, tão distraído que não via que estava submerso em uma Orgia Santa de Amor entre o Masculino e o Feminino.

O homem não via que as Plantas se Excitam ao Sol, colocam flores e inalam perfumes.

Não percebiam mais a mágica da abundância da vida em uma semente que brota e vira uma árvore.

Não percebia a semente, a terra, o sol e a humidade da água dentro do seu próprio coração.

Somos sementeiras de Amor Divino. E os homens não percebiam isso...

O homem e a mulher viviam apenas no impasse e não compreendiam a dualidade ou seja: Guerra e Paz são um impasse, não convivem juntos mas...

A Dualidade é Santa, é o Sol e a Lua alternando o espaço principal do Palco da Existência.

O homem se distraia com o Impasse e não percebia A Beleza da Dualidade (sempre que temos uma Dicotomia, temos a Deus)

Até que teve um dia que...

... Adão olhou para Eva, esqueceu da "Issue", esqueceu o "Control Tower" e Eva ao sentir aquele olhar lindo, desejante daquele homem que pela primeira vez estava Pleno e inteiro com ela...
esqueceu das Metas, do Plano de Ação, esqueceu das bolsas de Victor Hugo...

Neste momento ficaram nus, sentiram seu cheiro, seus corpos, seus calores e ouviram Todo Amor da Existência a sua volta e descobriram essa Voz Sagrada da Existência dentro de Si.

Então... Adão e Eva se amaram loucamente, deliciosamente...

Quando Deus soube disso ficou imensamente feliz... os abençoou com a geração de uma Vida, um neném e lhes deu de presente o paraíso, onde, vivemos até hoje.

O Neném, um filho... cresceu e se tornou homem, se tornou Pai... cresceu e se tornou Avô... cresceu e faleceu seu corpo na terra.... quando faleceu percebeu que ainda tinha o Livre Arbítrio para voltar para a Terra mas... em uma atitude sagrada, de imensa beleza e carinho, não desejou voltar pois O que Viu era irresistível de Belo e Amoroso... resolveu crescer e se tornar um ANJO.!

Concluo que é nítido que nossa espécie carrega dentro de si A Essência de Algo muito Maior do que nossa capacidade de compreender.

Somos Imagem e Semelhança Daquele que criou esta Bolinha Azul, criou aquela bolinha que pega fogo e colocou tudo isso para girar dentro de um Oceano de Carinho e Amor, de Néctar de Amor Divino.

Só precisamos Manifestar A Maior Visão que já tivemos de Nós, Aquela visão que não somos mais nós e sim O Reflexo Dele, O Espelho onde se reflete Sua Imagem.

Só Existe Um Homem e Uma Mulher e eles Amam Sua Criação


Os gregos dividem o Amor em Eros (Amor da dimensão humana, terrena e carnal - também belo) e também em Ágape que é Amor Puro de Deus, o Carinho do Bem Querer Maior, da Bem Aventurança do Espírito.

Os hindus dividem em Kama (Eros) e Prema (Ágape)

"Aham Prema" ou...

Somos Amor Puro :o)

Namastê queridos Amores, Manifestações do Todo Atrativo, do Mais Belo e Amoroso, Namastê!

... "Mas louco é quem me diz... que não é feliz.... eu sou feliz..."
... "Eu juro que é melhor... não ser um normal...... "

(risos)

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Happy 09/11


E tudo continua a orbitar interesses umbilicais.

A Alma legitima isso tudo?

terça-feira, 25 de agosto de 2009

O Quarto Estágio

O que você acredita ser o Ideal Comum entre os Seres Humanos?

Se os homens tivesse um ideal em comum ninguém segurava a gente né?

Olha a viajem:

- Em um primeiro momento da sociedade/ capitalismo e etc tínhamos um foco excessivo no Cliente... isso era subsidiado por acionistas e principalmente pela comunidade certo? estatais, mão de obra quase escrava e etc
- Depois vem o segundo estágio onde foca-se o Cliente e o Acionista... sendo assim quem subsidia isso tudo é a Comunidade/ Meio Ambiente... (esse é o modelo que vivemos hoje, crise e etc)
- Depois vem o terceiro estágio que se diz sustentável... onde foca-se no Cliente, Acionista e Comunidade/ Meio Ambiente... este é para onde estamos indo...

- Agora imagine, uma vez que a Comunidade e o meio Ambiente estão inseridos e equilibrados, fará sentido em um quarto estágio trabalhar para Cliente e Acionista? Não seria um quarto estágio o Homem trabalhando em função de um objetivo em comum
(Comum Unidade) e tudo isso em Harmonia com o Meio Ambiente?

Acredito que sim, e que estamos indo em direção ao equilíbrio... talvez meus filhos/ netos.

E você, o que acha disso tudo? 

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Do que abrimos mão?


Do que abrimos mão?
Não sabemos.
Nos falta tanto conhecimento sobre a realização de nossa existência nas esferas do trabalho, Amor e sofrimento que nem sabemos responder sobre o que abrimos mão, mas, uma coisa é fato: a Alma sabe que abrimos mão de coisas sagradas para nossa passagem no planeta.

Gente do céu, me ajudem se eu estiver errado mas, sinto que abrimos mão de tantas coisas sagradas para nós.

Sinto que nos distraímos e que a maior porcentagem do que fazemos a Alma não legitima como verdadeiro, como algo que Realmente faz sentido para a existência humana.

Choverei um pouco no molhado:
Nossa educação é para utildiade
Somos treinados para ser um bom servo ao meio capitalista. Essa é uma postura aparentemente infantil, coisa de pequeno rebelde mas, antes de tudo, isso é um fato!
Não conseguimos medir e nem remunerar a dignidade humana, apenas a utilidade... se é útil bom se não é, foda-se
Somos meeeeeeeeeeeeestres na arte de excluir e somos pequenos na arte da inclusão.
Não olhamos nossa neuroses, não nos conhecemos, não sabemos de nossos sentimentos mais genuinos.
Neurose, exclua!
Não sabe o que quer da vida? Exclua!
Idoso, retardado, doente, deficiente? exclua!
Religião diferente da minha? Exclua ou converta-o Haaaaaaaaaaaaaahauahauahauahaua que evidência do primitivismo atual.
Mais de 40 anos? Exclua!
Mais mais mais e mais.. isso sim.. menos? Exclua o menos!

Olha o pano de fundo do meu trabalho? Sabe porque eu sou bom e sou bom pra caralho? Porque eu sei dobrar o que é bom, reduzir pela metade o que é ruim e elevar os niveis de qualidade para 90%.


Tento (eu disse TENTO) encontrar um pano de fundo de "bom impacto social" para o que eu faço mas isso é mentira!!! Eu quero me enganar e não consigo!!!

Os lideres não desejam, as gerencias e até mesmo os operacionais não desejam nada além de si mesmos.

O homem moderno não percebe nada além de si mesmo....

Meu Deus, me ajude!!

Eu desejo a mente humana aplicada as necessidades humanas.

Acredito em organizar pessoas, times, atividades, metas.. em tudo isso ... só não acredito no propósito.

Precisamos respirar ValoresHumanos
Quais são os Valores Humanos?
Quais são os Valores da sua família?
Você já escreveu isso?

Onde você e sua familia desejam chegar em termos de desenvolvimento humano na sua existência?
Qual seu projeto devida de caráter? Nem o financeiro a maioria o que dirá o planejamento de evolução do carater individual e conjunto?
Qual o seu projeto de vida após a vida?

Qual seu projeto de vida, de construção de sentimentos e abordagens mentais quanto as passagem da vida?

Hum??


Ampliando:

Quais são as atividades co-ordenadas para o alcance da "Excelência Humana"??

A Excelência Humana precede qualquer coisa.. qualquer coisa que o Ser venha a Existir e a Fazer.


Do que é composto o alicerce da sua Excelência Humana?

Quais são os seus dogmas mais intimos?

Sabe separar os seus dogmas dos dogmas dos seus pais, sociedade, mundo, cultura, religião, corporação?

Claro que não!!

Estamos todos dormentes.. uns mais outros menos mas, todos dormentes.


Sinto pelo texto mal escrito e temperamental.. se Deus quiser irei conseguir compilar esses meus aprendizados e ajudar outros a conseguir um patamar superior de existência...

É a primeira vez que minha alma tem consciência da Criação.

Eu sinto que vi algo, senti algo que eu nunca vou conseguir explicar... para ninguém... talvez porque seja uma experiencia pessoal Fernando... calma.

Parte eu explico, parte é mistério.... estou aprendendo a curtir o mistério.




segunda-feira, 13 de julho de 2009

Rapidinha

Hauahauahauahauahaua.

Batanasce quando tinha se espachama pelo rama.

José Bonifício soltou fogos de artifácio quando Pedro Alvares Cabril descobriu o Brasal

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Valores



1 - Vida Simples e Pensamento Elevado
2 - Decrescimento Sustentável
3 - Ruralização

Para a vida ser sustentável há que se decrescer, se desapegar...
A Alma e o Planeta só tem continuidade se tirármos os prazeres da "profundidade da Alma"... do carinho, do olhar, do querer bem.
Precisamos celebrar as pessoas em volta da mesa e não a complexidade dos pratos, as louças e o custo alto de tal móvel.
Precisamos mais de risadas ao redor de uma mesa, de Carinho, Confiança e Cumplicidade do que de temperos rebuscados.
Precisamos apenas disso...
E isso não custa nada, a Alma legitima, reconhece e o Planeta nem sente cosquinha

Só carinho... e quer uma Boa Notícia?

Somos todos Amados, MUITO Amados.


Somos AMADOS POR COMPLETO :o)

Namastê meus Queridos, Namastê

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Ensaio sobre o Amor



Peço licença àqueles que lêem para ensaiar sobre o Amor.

Para tanto, farei uso de uma definição trazida por Viktor Frankl, onde, o mesmo, diz que "...Amor é a única maneira de captar outro ser humano no íntimo de sua personalidade".

Viktor Frankl disserta sobre o Amor e conclui que "Ninguém, consegue ter consciência plena do outro da essência última de outro ser humano sem amá-la"

Penso:

O Amor é uma das formas de se encontrar Sentido da Vida pois, ao Amar, identificamos no outro a Imagem da Perfeição e de diversas Potencialidades que deveriam ser realizadas, e, para nossa surpresa, nada disso é mais ou menos que A Visão que temos de Nós Mesmos.

A Visão do Ser Amado é a Sua Maior Visão de Si.

Se hoje eu for contratar uma nova pessoa, pedirei para que o candidato descreva a Pessoa Amada, seja esta do sexo oposto ou pai, mãe, irmão, amigo, afilhados e etc. Ao descrever a Pessoa Amada a pessoas estará descrevendo a Si Mesma e me poupará de explicar o que quero dizer quando pergunto aos outros: "Qual a Maior Visão que você já teve de Si"?

Que nem criança: "Você é que é"... risos

Me fale sobre a Personalidade Amada e direi ao final, interiormente: "Você é que é", risos.

Interessante.

Sem me perder como uma criançola com palavras, continuarei.

O Amor é necessário para ter plena consciência da essência última do outro, assim como Viktor Frankl definiu, porém, acrescento a palavra Genuína como adjetivo.

É Genuína a Essência Última do outro, é a Visão que se não tivéssemos esquecido, jamais nos sentiriamos perdidos.

A Força Feminina se agita quando encontra a Força Masculina

As Plantas se agita quando o Sol as encontra, quando a chuva cai, quando a lua surge.

Estaríamos Nós em Pleno Seio de Amor?

Estaríamos Nós, em meio a uma Orgia a qual desconhecemos os relacionamentos sexuais?

Acredito que sim, acredito que a Vida seja Pura Manifestação do Amor e o Sexo, a manifestação mais íntima.


Há quem diga ser impossível evoluir essa consciência a não culminar em sexo, porém, este, sexo legítimo, legitimado pelo Amor, pela Consciência Plena daquilo que é Genuíno no outro.

Isso meus Queridos, é Amor Divino, é puro, forte, intenso, repleto de realização e isento de pecados.

A mente sempre trabalha com as variáveis boleanas: "aceita" ou "rejeita" mas a Alma trabalha com coisas Genuínas e impossíveis de serem enganadas.

Quando a relação evoluí você sente atração sexual, linda, pura, isenta de pecados e para aqueles que usaríam tal argumento para justificar suas sacanagem eu alerto: essa, é uma sensação rara, não é tesão por bunda ou saias, isso é outra coisa, sem julgamento mas, outra coisa, enfim... quando sente esssa atração pura a mente vem e rejeita mas a Alma não se conforma, e trocamos as lente daquilo que é belo e passamos a chamar de feio. Tenho eu minha crenças da convenção dogmática do cristianismo em atacar nossas bases, energias de base a qual o sexo se incluí mas, não vou me ater a questão... o fato é, quando tal pureza ocorre, a mente rejeita mas a Alma não legitíma.

Outro exemplo é quando temos um compromisso ruim, como uma reunião as 6h da manhã de segunda-feira para decidir coisa, levar e dar broncas e etc... mais uma vez, a mente reconhece mas a Alma não legitíma... e por aí vai... um Planeta com pessoas cabisbaixas que obtem sucessos profissionais, financeiros mas que Áquilo que é Genuíno não reconhece como Amor... Amor que conteple todas definições acima mencionadas.

As realizações que a mente reconhece estaríam vinculadas a Utilidade Humana e não a Dignidade Humana.

Dentro da Gama de utilidades a Alma só reconhece as que são dignas.

Fiquemos atento, poir o Amor sepulta suas raízes e se alimenta da Nobreza e Dignidade ao passo que nossa sociedade Urbana, Industrial reconhece de forma vazia somente a camada que eu chamo de pseudo-úteis.

Pensemos: Um Neurocirurgião que faça algo super raro, não sei, mas enfim, o mesmo recebe em sua vida profissional uma enorme quantia de dinheiro, e por consequencia, por sua grande casa, seu carro raro e sua roupa branca, o mesmo recebe da sociedade o "devido" respeito... até aí nada demais, porém, ao colocar tal cenário sobre a fria mesa da lógica... temos um grande operador técnico sem garantia de temos uma Grande Ser Humano... temos um grande acervo humano de técnicas úteis mas jamais, sob esta estrutura, a garantia que o mesmo é Digno e o "devido" respeito da sociedade deveria, o meu ver, ser focado na Dignidade Humana e não na simples e fria utilidade.

Vejamos um médico sem fronteira, como um amigo sugeriu o raciocínio. Eis o exemplo de uma estrutura humana de relacionamento, forte no que tange a dignidade... eis o perfeito exemplo da soma da utilidade com dignidade....

Nossa sociedade chorou a morte do Mamonas Assasinas, Chorou o Michael Jackson, mas, uns nem sabem quem foi Betinho, o que foi a Guerrilha do Araguaia, não sabemos o quanto perdemos ao fim da existência de Renato Russo e demais, até mesmo mais anônimos, pré-socráticos, na linha zero da existência Humana de Utilidade mas no Marco Máximo de Dignidade.

O Amor sepulta suas raízes no que é Digno e tudo que for proeminente destas raízes é pleno em pureza de isento de pecados.


Deixemos que A Alma reconheça O Valor, caso contrário, estaremos apenas dos distraindo.

Namastê meus Queridos e Amados, Namastê.

Neste momento, a A Alma reconhece a Jornada do Fernando.

Namastê!

terça-feira, 30 de junho de 2009

Eu não sou o Fernando!



Uhuuuuuuuuuuuuuuuu!!

Eu não sou o Fernando!

O Fernando é apenas um pincel!

E só temos uma tela, pintamos juntos uma única tela. Olha que coisa! Caraca!!

E só tem Uma Mão segurando os pincéis... ela é "Única" e se chama "Nós"!!!

Uhuuuuuuuuuuuuuuu!!

O Fernando se diverti com isso... Eu, já sabia, sempre soube

Hauahauahauahauahuahaua

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Hare Krsna

Eu não sei qual é a do moleque, se ele é sério ou está de sacanagem mas... ficou bem legal

Novo Layout

Novo Layout... como está desbloqueado o proxy da empresa que trabalho, resolvi aproveitar e dar uma "sacudida" no blog.. risos

Espero que gostem.

Quando nos toca O Amor



Este post se inicia sem saber ao certo como será composto, porém, seu objetivo é descrever um sentimento profundo, talvez, o sentimento mais nobre que habita a existência humana.

É inegável não sentir no fundo de nosso Coração que estamos submersos em Bela e Plena Essência da Existência de Deus.

Há quem diga ser melhor o questionamento acerca do que a Vida espera da Sua Existência do que o habitual contrário que é questionar o que Nós queremos da Vida.

Comumente referenciamos a Deus como imagem masculina porém ao pensar acerca do que "A Vida Indaga", percebemos o feminino em Seu Nome e uma vez compreendido fica fácil e natural entender o porque temos tanta abundância no mundo e até mesmo o perdão de certa forma exagerado que a Grande Mãe nos dá, como, por exemplo, permanecer correndo o rio e permanecer jorrando água e frutos da terra mesmo que tenhamos comportamentos indignos da beleza de onde estamos.

Não sei se é Momento do Universo ou se é momento da vida de um Ser de 33 anos de idade, mas, sinto no fundo do meu Coração que estamos em uma fase onde O Bem Maior está em Evidência e seja Ele, Masculino e/ou Feminino (se é que só há estes dois) está cada vez mais presente em nossos dias.

Hoje, posso dizer que a Excelência Humana precede qualquer outra Excelência, seja ela empresarial, profissional, social e etc.

Não existe Estado de Excelência em qualquer esfera sem antes haver a Excelência Humana.

O que é Excelência Humana? Excelência Humana é o resultado do reconhecimento de Valores por parte de Espírito, por parte da Alma.

Se eu pudesse deixar um único recado para os Seres Ainda Humanos eu diria: não iniciem qualquer ação sem que antes a Alma reconheça O Valor, O Sentido daquilo.

Não há Perfeição em estado de descrença.
Não há Plenitude quando ainda existe a dúvida.

Somente a sintonia fina entre nós e nossa Fonte de Bem Estar Manifesta a Real Beleza de Quem Realmente Somos.
Somente a Comum União entre Nós na terra e Nós em Essência é capaz de prover Equilibrio por consequência.

Há que ser tão forte nos próprios valores a ponto de jamais esperar reconhecimento pois, quando o mesmo não acontece, brota em nosso intimo a criança mimada que somos e é frustrante esse momento.

Quando nos toca o Amor, nada mais interessa.

Há sublimação do estado de espírito.
Há Fonte Fecunda e Infinita jorrando em nossos corações.

E o Amor tem seus mecanismos paradoxais, os quais, só se sustentam internamente quando se caminha em direção a fora de si.

A Verdadeira tarefa hoje, ao meu ver, é: descobrir qual é o Real Valor desta Existência? Uma vez feito isso, não há volta no caminho. Não há como viver diferentemente da Maior Visão que já tivemos de Nós.


E que esta Visão, seja, nada mais nada Menos que o Reflexo da Maior Imagem.

Citando Thoreau no livro Walden: "não nos interessa o operário o qual contratamos e tanto gostamos de conversar. Nos interessa sim, O Operário cuja obra Somos Nós".

Jaya Radha Krsna! Om...

Namastê :o)

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Reconhecendo a Luz

"A Luz reconhece a Luz"

Foi esta a frase que ouvi do meu querido amigo Devananda Dasa em Nova Gokula por volta de junho de 2006.

Hoje, em maio de 2009 começo a entender de forma mais profunda esta colocação pois, fica cada vez mais evidente, através da auto-observação, que as visitas que recebemos, os estimulos que nos cercam, as pessoas, os assuntos, tudo que nos orbita é na verdade fruto, florescimento de nossa vibração primária, aquela, escondida no âmago da terra, na seiva do espírito e de lá, como fonte, brotam estes ramos de relacionamento, físicos, espirituais e tudo o mais que nos cerca, da forma mais suave a mais rústica é apenas a consolidação em matéria.

A Vida é isso, nada mais que isso. Sem grandes mistérios percebemos que as manifestações a nossa volta são apenas a consolidação de nossos sentimentos, pensamentos, a ótica simples de pensamento, palavra e ação.

Não tenho mais o que dizer a não ser ecomendar esta leitura:

http://www.novagokula.com.br/leitura/samskaras.php

Jaya Om!

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Louvação


...Louvo quem nos dá e tira, na sua justa medida,
Agradeço a Deus a Vida e o Pão de Cada Dia,
E a Paz que Nessa casa, fez Guarita, e a Paz que Nessa Casa.... fez Guarita...

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Sede de Sentido

"Na falta de uma resposta para a sua vontade de sentido, o ser humano refugia-se na vontade de prazer"

Viktor E. Frakl (fonte: livro Sede de Sentido, Editora Quadrante)

segunda-feira, 27 de abril de 2009

19 de Abril de 2009


Dezenove de Abril de Dois Mil e Nove, mais um ano em um calendário que começou no meio do nada e no meio desse nada, um dia irá acabar... ou não, rs

Estou certo de nossa nada existência material pois, como já disse outras vezes, estamos em uma bolinha azul girando em torno de outra bolinha que pega fogo, e isso, por sí só, já é engraçado por demais rs.... mas enfim, o fato é: mesmo diante da insignificância e até mesmo capacidade de compreensão da coesão/ ou não eu estou deliciosamente feliz com esta data, pois, em 19 de Abril de 2009 nos mudamos para Lilananda, uma chácara assim por nós batizada de dois mil metros quadrados onde já contamos com Abacates, Jabuticabas, Caju, Mandiocas, Laranjas e Goiabas... ainda temos muito para fazer mas, maior que a lista de coisas para fazer é a lista de coisas para AGRADECER.

MUITO Obrigado meu Deus por tudo que o Senhor nos enviou.

Em meu nome e em nome da minha esposa eu Te Agradeço e nada tenho a dizer além de OBRIGADO, OBRIGADO e OBRIGADO.

Por toda a Vida o Sr nos enviou anjos... anjos na formação humana, intelectual, profissional, estratégica, humana, carinhosa, sempre Anjos em nossas vidas... até nossos opositores, hoje, vemos que são anjos que contribuíram e contribuem para nos mostrar a força e a fraqueza de nosso perdão e de nosso Amor a Esmo, o qual, ainda aprendemos muito a fornecer.

Obrigado pelo tempo que vivi em Opulência Material, Obrigado pelo tempo que Vivi em Opulência Espiritual e Obrigado por Hoje Viver em Consciência da Real Essência de Quem Somos Nós e da Dádiva que é Ser Quem Realmente Somos em uma Linda Oportunidade de Existência Física, O Deleite dos Limites do Corpo, dos Prazeres da Matéria, Prazeres dos Sentidos até a Transcendência da Alma quando esta encontra A Dor no Corpo Humano, tão breve, efêmero e passageiro..

Obrigado por me fazer Forte, esta Fortaleza que Se Forma em Lilananda, em Chão de Terra, em Abacateiro no Quintal.

Obrigado pelo Cascudo resgatado do córrego que seca próximo a estrada devido a chegada do inverno;
Obrigado pelo rio há poucos metros onde podemos devolvelo a Sua Essência Natural;
Obrigado pelo dia, a tarde, a noite e a madrugada, separados pelo canto de um galo velho
Obrigado meu Deus pelo aprendizado forçado no condicionamento da Alma ao Corpo, o qual se cansa, o qual se curva o qual leva o Espírito a Dimensões Maiores.
Obrigado por cada pedacinho da mão que se machuca, de cada calo, pois, junto com eles vem a memória do serviço realizado, prestado, concluído...
Obrigado por me fazer ver que além do profissional que sou, posso lidar com talhadeiras, cimento, marreta, serrote, furadeira...

É certo que o corpo cansa por não estar acostumado mas a Alma se Engrandece ao perceber os limites Superados.

Obrigado por me esculpir a Alma e por me mostrar que estamos em um vôo rasante na existência Material, e Isso meu Pai, É Lindo :o))

- Obrigado Físico
- Obrigado Emocional
- Obrigado Mental
- Obrigado Intuicional
- Obrigado Monádico

Obrigado eu Deus, muito Obrigado

Om Namo Bhagavate Vasudevaya, Om...!

quarta-feira, 8 de abril de 2009

8 de Abril de 2009


Um Novo Ciclo

Que Eu Seja Fiel a Mim Mesmo, a Minha Verdadeira Identidade

A Maior Visão que já tive de Mim, da Minha Existência

"Sri Krsna, Chaitanya
Prabhu Nityananda
Sri Advaita, Gadahara
Sriva Adi, Gaura Bhakta Vrnda"

Hare Krsna, Hare Krsna, Krsna Krsna, Hare Hare, Hare Rama, Hare Rama, Rama Rama, Hare Hare

Que seja Lila, que seja Ananda, que seja Sagrado

Apenas mais duas semanas!!

Coisa feia, EU TE AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!

quinta-feira, 2 de abril de 2009

O que permeia as empresas


Eis a mais perfeita tradução do senimento que habita mais de 80% dos empregados de fábricas.

Eis a evidência desta verdade nas lágrimas e no desespero daqueles que perdem seu emprego de uma hora para outra.

Não há mais espaço em minha alma para ser empregado.

Não há mais espaço na Alma Humana em beber desse vinho empresarial que entorpece até mesmo aos mais iluminados.

O discurso de muitos é entusiasta, bem elaborado, porém, por mais bem fundamentado que sejam, não chegam a me enganar pois a realidade em estar fora de uma empresa, poucos conhecem. Roem os ossos com maior ou menor elegância mas no fundo, são todos cães, sem exceção (eu também ainda sou um cão) a roer osos, muitas vezes, de seus semelhantes e dicidindo até com certo prazer, quem vai e quem fica.

Enfim, depois faço minhas observações.

Fiquem com a mais perfeita descrição desse sentimento.

"O sentimento predominante de ser mero joguete, e o princípio de não assumir o papel do destino, mas de deixar ao destino o seu livre curso, tudo isso, e ainda a profunda apatia que se apodera da pessoa no campo de concentração, são fatores que explicam por que ela evita qualquer tipo de iniciativa e teme tomar decisões. A vida no campo de concentração apresenta situações que exigem decisões súbitas e imediatas, e que muitas vezes representam decisões sobre o ser ou não ser. O prisioneiro então prefere que o destino o livre da obrigação de decidir-se."

Esta é a obrigação que preciso retomar e aplicar: a de decidir meu destino, afinal, até agora me parece que sou eu quem decide os dias que virão.

Uma nova proposta para nós!

Acordar, trabalhar das 8:30h as 11h e ter o foco em conviver, crescer, brincar, evoluir, se reproduzir, sentir prazer e alegria.... depois, uma pequena avaliação do dia, em grupo ou sozinho, das 15:30h as 16h (apenas uma sugestão, sem relógios please) e após isso continuidade de entrega a Consagração, Contemplação, Amor, União e Devoção Sagrada e Divina.

Em breve, em uma cidade perto de você!

Empresas e Campos de Concentração

Olha que curioso,

retirei esse trecho do livro que estou lendo de Viktor Franklin

"Um amigo e colega com quem trabalhei lado a lado, por semanas a fio, no local da construção, foi por mim adestrado na prática do humor: propus-lhe o compromisso mútuo de inventarmos ao menos uma piada por dia, mais especialmente uma ocorrência que poderia ter lugar após a nossa libertação e volta para casa. Ele era cirurgião, tendo sido assistente de uma seção de cirurgia de um hospital. Assim, por exemplo, tentei fazê-lo sorrir, certa vez, descrevendo a dificuldade que ele teria, após a volta para casa e para o antigo campo de atividades, em perder os hábitos adquiridos no campo de concentração. Diga-se de antemão que, quando o chefe da obra se aproximava do local de nosso trabalho, para inspeção, o supervisor procurava acelerar o ritmo com o habitual "mexam-se, mexam-se!" O que contei a meu companheiro foi o seguinte: "Quando você estiver novamente na sala de
operação realizando uma demorada cirurgia de estômago, o atendente da sala de operação vai entrar correndo e dizer `mexam-se, mexam-se', para avisar que o
chefe está chegando." - Muitas vezes os próprios companheiros inventavam esse tipo de situação engraçada no futuro. Assim prediziam, por exemplo, que quando
fossem convidados para um jantar em sociedade, poderia suceder que, distraídos, quando fosse servida a sopa, pediriam à senhora da casa - assim como pediam ao
Capo no intervalo do meio-dia - que ela lhes desse sopa "bem do fundo", para pescar algumas ervilhas ou meia batata."


Aprendi aqui na Empresa, a misturar o local onde a sopa fica e a pegar a concha do fundo pois vem mais "legumes, ervilhas", enfim, o que tiver na sopa...

Em empresas aprendi muito a ouvir a a falar "mexam-se, mexam-se!" rsssss... quão débeis somos

Aqui em empresa também temos aqueles prisioneiros que são iguais a nós mas que dizem "mexam-se, mexam-se" para os demais prisioneiros... rs

O triste é que estes "arames farpados" são nada mais nada menos que 90% nossas mentes e 10% nossas necessidade (ou nem isso)

A semelhança é tão grande que penso, ao término do livro, descrever os paralelos para auxiliar a humanidade na construção de uma Humanida Maior... quem sabe...

Rumo a Liberdade


Espero que 2009 seja meu último ano aqui em "auschwitz" (sem ir para o fio) ... leiam o livro para entender

quarta-feira, 1 de abril de 2009

EMBRAER - 19 de Fevereiro de 2009

"Suponhamos, por exemplo, que seja iminente um transporte para levar certo número de internados para outro campo de concentração, segundo a versão oficial, mas há boas razões para supor que o destino seja a câmara de gás, porque o transporte de pessoas doentes e fracas representa uma seleção dos prisioneiros incapacitados de trabalhar, que deverão ser dizimados num campo maior, equipado com câmaras de gás e crematório. É neste momento que estoura a guerra de todos contra todos, ou melhor, de uns grupos e panelinhas contra outros. Cada qual procura proteger-se a si mesmo ou os que lhe são chegados, pô-los a salvo do transporte, "requisitá-los" no último momento da lista do transporte. Um fato está claro para todos: para aquele que for salvo desta maneira, outro terá que entrar na lista. Afinal de contas, o que importa é o número;"

O trecho acima foi retirado do livro Em busca do sentido de Viktor Frankl porém se aplica irretocavelmente ao comportamento humano em corporações. Sem querer ser debochado, mas tal comportamento se aplica em galinheiros quando alguém entra para pegar alguns frangos... afinal, nesta hora duas coisas importam: o número de frangos e a sobrevivência, ou adiamento do fim.

Continuarei a ler mas a pergunta que me faço é: o fim não é eminente? Qual a razão de tanta luta, de tanta "não aceitação"?

Deve haver um sentido maior e é isso que procuro encontrar neste livro.

De volta a leitura.

Até breve

Sucesso, Felicidade...

"Não procurem o sucesso. Quanto mais o procurarem e o transformarem num alvo, mais vocês vão sofrer. Porque o sucesso, como a felicidade, não pode ser perseguido; ele deve acontecer, e só tem lugar como efeito colateral de um dedicação pessoal a uma causa maior que a pessoa, ou como subproduto da rendição pessoal a outro ser. A felicidade deve acontecer naturalmente, e o mesmo ocorre com o sucesso; vocês precisam deixá-lo acontecer não se preocupando com ele. Quero que vocês escutem o que sua consciência diz que devem fazer e coloquem-no em prática da melhor maneira possível. E então vocês verão que a longo prazo - estou dizendo: a longo prazo! - o sucesso vai persegui-los, precisamente porque vocês esqueceram de pensar nele."

Viktor Frankl

Compartilhando

A vida é sofrimento, e sobreviver é encontrar significado na dor, se há, de algum modo, um propósito na vida, deve haver também um significado na dor e na morte. Mas pessoa alguma é capaz de dizer o que é este propósito. Cada um deve descobri-lo por si mesmo, e aceitar a responsabilidade que sua resposta implica. Se tiver êxito, continuará a crescer apesar de todas as indignidades. Frankl gosta e
citar esta frase de Nietzsche: "Quem tem por que viver pode suportar quase qualquer como."

quinta-feira, 26 de março de 2009

Proteção

Pois então,

Hoje acordei feliz
Virei minha cama para o Norte e consegui dormir bem.
Não tive pesadelos e ainda tive um sonho bom, proibido para qualquer um que não seja eu rs

Estranho foi que passei na casa da minha sogra e acabei por dormir uma horinha enquanto brincava com minha afilhada que não parava de me fazer cócegas
Curioso, parece que dormi bem, profundo pois estava me sentindo protegido...
Ninguém estava nem aí comigo mas me senti amparado... engraçado isso

A vida adulta tem dessas...
A gente cresce, se basta mas há energias de amparo que nos sustentam...

Acho que ando muito distante da minha familia de origem, principalmente no que diz respeito a compartilhar problemas
Não sei mas, sinto que ao dividir problemas com certas pessoas elas parecem ficar felizes em ver que vc não está 100% bem longe delas mas,
também não potencializam sua força e intensificam suas fraquezas... não sei...

Hoje vim de carro para o trabalho e olha, que coisa boa
Me sinto mais independente do que pegar aquela porra daquele ônibus com gente reclamando, a merda das janelas fechadas, papo de sindicato e futebol...
Não aguento mais isso...

Acho que é isso,

Como todo Ser-Humano preciso de Liberdade, ir e vir e não ir até o ponto e ir como e quando quiserem para onde bem entenderem...

Sei lá...

Acho que me apeguei as minhas coisas e ultimamente ando sem tempo nenhum sozinho.... sei lá...

Bem... é isso...

Hoje estou feliz e meu trabalho progrediu bem

Há um amigo muito grande que está me ajudando, aliás, acredito que um ajuda o outro, como dois parceiros em alto mar

DAvila, deixo aqui meu registro de MUITO obrigado por ser quem você está sendo na minha caminhada, espero estar te ajudando também, afinal, gratidão é inerente ao Ser que sabe Quem Realmente É.

É isso...

Um abraço meu amigo, fique com Deus e celebremos SEMPRE esta estrada que já construimos, nossas familias, nossa Paz e nossos Amores, nossos Queridos.

Abração em todos e que Deus Proteja a todos nós!

Namastê Fernando

Atma

quarta-feira, 25 de março de 2009

Simples assim


Boa tarde,

Hoje acordei e quando abri os olhos, tinha um cavalo comendo grama perto dos meus pés...

Até ai tudo bem, um cavalo no meu quarto? É possível, porém me pergunto: como nasceu a grama no meu piso de tacão?

Bem, não importa... acordei, chamei ele comigo e o levei para fora com o Lino e a Flora, um poodle e uma vira lata respectivamente.

Engraçado foi voltar e ver minha casa cheia e borboleta, não se de onde sariam... muitas azuis, amarelas e havia uma de cor alarajada, linda, forte e intenso...

Sentei-me e comi meu café da manhã... nada demais, apenas o habitual pão com mandioca a milanesa e um suco de caru-caru batido no forno.

Foi assim que meu dia começou

Simples assim.

Até breve!

quinta-feira, 19 de março de 2009

Vida em Abundância


Vida em Abundância

Olha a "crise mundial" que Deus pensou para o Ser-Humano...

quarta-feira, 18 de março de 2009

A Liberdade do Diálogo

Liberdade

Somos livre, fazemos o que quisemos, somos o máximo.... portanto, te digo: porquê você morre? Adoece? Ué, não tem liberdade? Decida não mais morrer e nem adoecer, simples assim...

O parágrafo acima foi apenas para contextualizar que não temos liberdade em sua essência.

Iniciando o texto:

Diálogo.... muitos acreditam ser a arte de falar, ao passo que um bom diálogo se inicia com a arte de ouvir.... muitos desejam falar, vejam meu blog, é unilateral, apenas "falo"... escutou poucos comentários, questionamentos e embates.

Liberdade... muitos acreditam ser a capacidade de fazer o que der na telha ao passo que liberdade é antes, permitir que o outro seja quem realmente é em sua maior ou menos esfera existêncial... assim como o diálogo, a liberdade se inicia em direção ao outro e vivemos a nossa por consequencia, alias, para deixar as pessoas a volta livres, nós iniciamos o processo de nos libertar de preconceitos, exercitamos o respeito, a equanimidade, a resiliência e olhem que curioso e lindo: desta forma, seremos mais libertos até mesmo que o outro que só está fazendo o que dá na telha pois, teremos liberdade de sofrimento promovida unica e exclusivamente pelo respeito e auto-conhecimento.


Muitos julgam e limitam as pessoas

A humanidade é uma imensa fábrica de rótulos que limita nossa existência...

Meus pais sempre disseram que minha irmã morava em uma pensão, que nada fazia, que não ajudava em casa... pergunta, essas colocações eram uma constatação ou a pessoa se torna uma constatação dos rótulos que a colocam?

Uma amiga minha que Amo muito e que não trabalha mais comigo, carregava um rótulo assim como eu carrego: "era muito técnica".. e foi demitida... hoje soube que ela esta trabalhando em uma empresa, muito feliz, namorando, e etstá fazendo inclusive gestão de projetos (consequentemente pessoas)... olha que engraçado... a Simone era técnica e aqui dentro nunca conseguiram a desenvolver outras esferas... (como se tivessem tentado) e a menina quando sai e se despe destas vibrações empresariais mostra Quem Realmente Ela É. Simone, se um dia você puder saber disso saiba que a Amo de paixão e que você ocupa um lugar lindo em meu coração onde só as pessoas que me mostraram sua MAior Parcela, seu Carinho ocupam. Onde estiver, será sempre uma querida para mim.


Assim foi com ela, assim é comigo e assim é com você caro leitor. Carregamos pré- conceitos que nos colocam e que nós mesmos no colocamos.... as vezes é bom mas na maioria das vezes é pesado...

Eu sou alto pra caramba... sempre em evidência.. com 2,05m de altura e por estar sempre em evidência muitos colocaram o rótulo de bem sucedido, sempre tem algo a falar, sabe de um monte de coisas, é maluco, é biruta é isso e aquilo e etc... gente, é pesado isso... algumas vezes já surtei... uns leram meu blog e disseram.. Fernando Você é um Iluminado... eu digo: Não, eu sou tranqueira, sou o pior dos piores, eu não sou nada... tem horas que um cara alto quer ser um "indíviduo de cor parda, altura mediana na margina do Tietê em uma moto 125cc com uma mochila quadrada".. ou seja, um anônimo...

Acredito que a arte de ser anônimo é a base para a liberdade, sua e dos demais
A Arte do anonimato é a base do diálogo

Opiniões anônimas
Descuso desapegado
Intelecto aberto, sem inclinações

Hoje ouvi "o seu problema é que você somatiza demais".. gente, me permitirei: Pau no Cu né? Somatiza? Como ter senso de responsabilidade, senso de propriedade e mais "N" destas babaquices empresariais e depois que sair da empresa tudo ficar bem? Nem prostitutas conseguem isso... (para mim as prostitutas estão entre o os profissionais que habitam o hall da dignidade ok? Se´rio mesmo, qualquer dia falo isso)

Bem... da linha de cima até esta escrita passaram-se umas 5h... rs...

Bem, como acabei saindo da sintonia do texto mas vale a pena comentar uma coisa.

Como comentei estes dias, o dia que desmaiei.. não tive vontade em voltar a viver, portanto, como sei que isso não é lá muito normal (tb não considero lá muito errado, apenas sincero) marquei uma terapia... fui ontem em um terapeuta novo e foi muito bom... voltei para casa feliz, energias renovadas e olha só, o cara apenas me disse: "Fernando, está tudo bem... você está se sentindo fraco apenas porque não tem ninguém no mesmo caminho que você"... e é verdade, as vezes acho que nem minha esposa está 100% neste caminho, o que é normal pois ela é ela e eu sou eu, simples assim, rs...

Bem, é isso.. hoje mais feliz, mais calmo mas muito consciente e determinado em continuar minha caminhada... sempre, pois, mesmo se eu não tivesse voltado uma coisa é fato e posso constatar: a caminhada continua!

segunda-feira, 16 de março de 2009

Chá de Realidade


Olá Querida Mente,

Este é mais um dos posts depresivos de uma fase depressiva da minha vida.

Acabei de voltar do almoço e o que antes era regado de muitos amigos e de muita risada hohe foi um almoço sozinho, isso mesmo, 100% sozinho, eu e mais ninguém...

Todos meus amigos foram demitidos... Robson, Leandro, Bila e Juventino... com exceção do Juva que pediu para sair todos foram demitidos... mesmo assim, ficou a falta de todos, sem exceções e critérios... o coração não tem destas coisas.

Hoje tentei manter o rítimo... almocei mais tarde pois como todo ser corporativo e infeliz, acredito que aunto mais tarde almoçar mais rápido passa o resto do dia de trabalho... definitivamente hoje não é vida....

Durante o almoço de hoje lembrei de muitas risadas que já demos, de muitas piadas e de que era praticamente proibido, mesmo que de forma velada, falar do trabalho... nos divertiamos... reclamavamos um pouco da vida, como qualquer ser-humano mas até isso era nossa terapia gratuita...

Lembrei do meu amigo Leandro que sempre trazia alguma novidade acerca da vida, de pessoas, de cursos, de comida... culinária é seu assunto predileto... culinária e fotografias... um ser humano daqueles que o mundo apresenta carencia de sensibilidade e de prazeres frugais como fotografar e ouvir uma boa musica, comer uma boa comida epor ai vai... Leandor é um cara que mantenho contato quase que diario mas sinto saudade da espontaneidade que só aqueles que convivem sabem o que é... uma risada ao longe.... ele é um cara de risada e sorriso fáceis... isso era muito bom em meu dia-a-dia... lembro até hoje do frio na barriga que senti quando ele foi chamado para a salinha dos demitidos.... e vi que logo a frente ou atras dele (nao lembro) passou o Billa... fiquei com os olhos cheios dágua e pebnsei: Não acredito que irão fazer isso.... agora é tarde.

Lembrei do Billa hoje ao passar próximo aos aviões... tentei manter a caminhada que faziamos depois de almoçar e fui andar... próximo as aeronaves passamos por uma grande área sem sombra.. onde geralmente via o Billa comentar que estava com calor nos pés e nas pernas... lembro, chego a ver o andar dele com a barra da caça social preta cobrindo os sapatos... sempre bem arrumado... e com calor nos pés...

Lembro da Polliana (essa pediu demissão) com o rostinho vermeeeeeelho rs.... tão pequenina, frágil e tão carinhosa e forte, correta em sua fé, em seu Amor a Deus...

Lembrei do Robson, de nossas conversas intermináveis e de sua capacidade extrema em ouvir o próximo e se colocar no lugar do outro... O Robson foi a pessoa que conheci que mais se permite pensar, sonhar, sem restrições sociais ou apegos pessoais... sua mente viaja com facilidade por onde muitos não conseguem mesmo após muito trabalho de desapego... Robson era um Coração, um Carinho Amigo... uma bela âncora em meu passado visto que estudamos na mesma escola estadual (ângelo de Siqueira Afonso, ou Chiqueirão como preferir).... sempre me remetia a essências de quem eu fui e quem eu sou pela simples presença e pelo simples olhar.... deixou saudades também....

Bem, hoje tento me reerguer mas não é fácil...

Sinto saudades em ver meu Pai na esa do restaurante e de fazer uma piadinha com ele depois do almoço... lembro dele passando com um amigo... o Gregori... e os dois me sacaneavam.. era divertido e este, por sua vez, me remetia ao passado visto que é meu Pai... Tanto ele quanto o Gregori sairam por vontade própria... estão felizes até onde eu sei mas... estão fazendo falta ao mundinho que estou tendo que recriar...

Demais sinto falta de um monte de gente, na verdade sinto falta de quando eu nao me preocupava com nada disso... quando era criança e que não me era tirado coercivamente o direito apenas de CONVIVER com pessoas que gosto...

Todos nós somos Dádivas na vida das pessoas e gradativamente me encontrarei entre as Dádivas que hoje, ainda não vejo...

É isso...

A empresa que já não tinha um clima bom, hoje tem um clima de "galinheiro" onde a maioria está acuada, outros já voltaram a Ilusão de seu mundinho de Gado e uma pequena parcela acredita nas capas de revista de "oportunidade na crise" e só pioram o clima querendo se mostrar melhor que os outros.. claro, visando uma promoção...

Neste momento as pessoas mostram seu lado hipócrita e decrépito... hoje, esta empresa cheira mal.. pois, cheira a MEDO... que é obviamente o oposto do Amor....

Neste "galinheiro" sabemos que uma hora iremos ouvir o ranger da porta e escutaremos umas cacarejadas desesperadas... será novamente, em breve, mais um galo ou dois indo embora.... para a panela.... e me pergunto? Porque estou aqui ainda?

Resposta? pela primeira vez na vida me vejo no eixo da dependencia... pois estou construindo mas minha vontade é parar....

Semana passada desmaiei no trabalho... nunca havia desmaiado.. como disse para minha esposa, nunca havia "reiniciado", dado "boot".... e olha que triste... quando voltei do desmaio... sentindo-me muito mal, mal enxergando.. a primeira coisa que pensei foi: "que bosta.. não foi desta vez que morri"....

Minha esposa me perguntou ontem: "Fê, você tem vontade de partir antes?"... eu pensei, me perdi em meu raciocinio mas agora.. com a cabeça mais fria... acho que o máximo da sinceridade é: SIM... ando cansado deste mundo de pequenos e falsos prazeres... é tudo tão sofrido, feio, doente, falso, frágil....

A única Força Maior que sinto é quando medito em Desapego Material.... eu chamos isso de consciência espiritual, Consciência de Krsna.....

Nesta hora me sinto forte... corrigindo... nesta hora não me sinto nada, não me acho e não ME vejo como indivíduo.. nessa hora me sinto parte de um todo, perfeito, Pleno que eu chamo de Om, de Deus!

É isso querida mente... agora vou embora que darei um treinamento de Mapeamento de Fluxo de Valor... as pessoas irão me olhar e procurar um brilho nos olhos que não irão encontrar... o unico jeito é apelar para a hipocresia mas não consigo.. ainda bem... fico feliz em não ter facilidade para ser estúpido... pelo menos a parcela que me sobrou de bem não foi prostituida e ainda mantem seus valores.


Nossa crise mundial é de VALORES.

Nossa crise é de AMOR

Antes de tudo... nossa crise é de CONSCIÊNCIA.

A quem devemos lealdade? Acionistas? Clientes?

A Nós Mesmos, quanto Humanidade.

Namastê Eu Mesmo.

Namastê!